Wolves

byluis7

ungry wolves’re howling, ferocious souls that devour themselves with frantic pleasure.

They walk on the paths of cement looking for the salted blood of their fellows that fatten their bodies, selfish rabid dogs exhale from their throats caws in the darkness that hide them and make a blur of their black and sooty hearts by the smoke of the monotony of some lifes that are sew with the rough thread of the envy.

Their tongues lick the wounds of their packmates with pity, infected ulcers tear by their own fangs one day with delicate pleasure laughingly.

Ver o post original

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.