França: polarização em meio ao colapso dos partidos tradicionais

LavraPalavra

Por Josh Holroyd, via In Defence of Marxism, traduzido por Gabriel Landi Fazzio

Com menos de um mês antes do primeiro turno das eleições presidenciais na França, ainda não há nenhum candidato que possa ter a vitória assegurada, com quase metade dos eleitores franceses ainda indecisos. Indiscutivelmente a característica mais significativa do processo eleitoral, até agora, tem sido o colapso quase completo dos partidos tradicionais.O presidente em exercício, François Hollande, nem sequer se incomodou em fazer camapnha, tão detestado que é pelo público. A última esperança de seu Partido Socialista, o “radical” Benoit Hamon, agora está em quinto lugar, segundo pesquisas recentes.


Que o desacreditado Partido Socialista enfrente humilhação não deve ser uma surpresa; sua situação atual foi antecipada pelas falsas promessas e políticas de austeridade de Hollande. O que é mais surpreendente para a classe dominante é a possibilidade muito real de que o partido tradicional da…

Ver o post original 1.041 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.