Bob Fields Rides Again

Blog Cidadania & Cultura

A partir da esq.: Castello Branco, o embaixador Lincoln Gordon, o consultor Walt Rostow e Roberto Campos, que foi ministro do Planejamento, em imagem de 1965, após o Golpe Militar no Brasil, avidamente, combinam a distribuição do despojo.

Sérgio Lamucci (Valor, 31/03/17), na data de aniversário do Golpe Militar em 1964, publicou reportagem sobre um de seus ideólogos, Bob Fields, que se dizia “liberal”, mas apoiava o governo autocrático da casta dos guerreiros-militares. É uma longa tradição de quem se apossa do Estado brasileiro pensá-lo como fosse “coisa sua”, ou seja, implementar um programa que não foi submetido ao escrutínio das urnas. Supõe, sempre, que o seu é o “governo dos melhores”…

No epílogo de suas memórias, lançadas em 1994, Roberto Campos escreveu que o Brasil precisava de uma nova agenda e uma nova visão. “No plano econômico, precisamos de uma nova semiótica, como antídoto ao veneno dos

Ver o post original 2.663 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.