Crítica demolidora à tragédia nacional chamada Grupo Globo

ÁGORA

Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul: economista e presidente do Instituto Mercosul, José Carlos de Assis, durante audiência sobre o tema “Crise, Estado e desenvolvimento: Desafios e perspectivas para a América do Sul”

JOSÉ CARLOS DE ASSIS é jornalista e economista, doutor em Engenharia de Produção pela Coppe/UFRJ, autor de mais de 20 livros sobre a Economia Política brasileira, dos quais o último é “A Razão de Deus”. No dia 16 de março de 2015, publicou na Carta Maior um artigo em que eviscera o modus operandi do Departamento de Jornalismo da Rede Globo de Televisão. Para Assis, este é o exato momento político em que se deve dividir o monopólio da Globo para fomentar um novo jornalismo para o Brasil. Há 51 anos, vivemos histeria midiática semelhante. Não havia a TV Globo, mas ao se completar um ano de golpe midiático-civil-militar, em 1965, Roberto Marinho pôde estrear sua TV – que fazia parte do projeto golpista.

A Globo caminha para a quebra. Se isso acontecer será culpa quase exclusiva de seu Departamento de Jornalismo. É que se alguém quiser se aproveitar da situação para comprar…

Ver o post original 815 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s