As formas da delação dos Odebrecht e o discurso da ministra Luislinda Valois

Blog da Boitempo

Por Rosane Borges.

A novela que não é “Avenida Brasil”, mas que parou o Brasil

Desde o dia 11 de abril, um tsunami de declarações da família Odebrecht (a consanguínea e a corporativa) referente aos esquemas de corrupção envolvendo políticos de quase todas as latitudes partidárias vem invadindo o tecido social de modo a não deixar pedra sobre pedra. A exemplo de episódios de uma novela em reta final, irrompem, a cada dia, atualizações da chamada “delação do fim do mundo” que nos põem na qualidade de telespectadores ávidos, à espera de novos capítulos de uma história que parece não ter fim.

Ver o post original 1.946 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s