A CORAGEM DA VERDADE: A filosofia como aposta no risco

A CASA DE VIDRO


A CORAGEM DA VERDADE:
A filosofia como aposta no risco

Uma das obras mais fascinantes de Foucault chama-se A Coragem da Verdade (Le Courage de La Verité) e talvez possa servir de emblema de toda sua vida. Em 1984, ano de sua morte, Foucault explora a fundo em suas aulas a noção de parresía – palavra grega que poderia ser traduzida com esta expressão poética que o autor de Vigiar e Punir cunhou e que batiza este derradeiro fruto de seus hercúleos labores do espírito: a coragem da verdade, que define a parresía.

Pois a verdade, longe de ser apenas o alvo visado por uma investigação intelecual, longe de ser apenas aquilo que a razão do homem visa descobrir, é inserida por Foucault no âmbito da ética, logo no terreno da vontade e da ação: a verdade é algo que deve determinar nosso comportamento, forjar nosso ethos, definir nossa prática…

Ver o post original 3.791 mais palavras

Acordada

euliteral

niki

Escrevi, soltando o que me amarrava.

Súdita das palavras, me escravizei às cores de alma viva.

Se dona de mim, escolho, provo e entro em desacordo.

Acordo que se preze brota frouxidão no largar dos dentes.

Acordo que se preze não precisa de contrato. É no trato.

Na paz harmoniosa, no coração leve, na mente limpa e erro breve.

Ver o post original

Golpe avança: Deputados corruptos querem cancelar eleições de 2018

Luíz Müller Blog

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mandou instalar, na tarde desta quinta-feira, uma comissão especial para analisar uma proposta de emenda constitucional, apresentada pelo deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), que estabelece a simultaneidade nas eleições para todos os cargos majoritários; com isso, abre-se o caminho para a anulação das eleições presidenciais de 2018, uma vez que a disputa poderia ocorrer apenas em 2020, quando haverá eleição para as prefeituras; Datafolha do último domingo revelou que o ex-presidente Lula lidera em todos os cenários, com 29% a 31% das intenções de voto, e que 85% dos brasileiros exigem a saída imediata de Michel Temer e a convocação de diretas-já; adiamento das eleições ajudaria a direita, que já derrubou a presidente Dilma Rousseff por meio de um golpe parlamentar, a tentar inabilitar Lula no tapetão

Brasil 247 O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mandou instalar, na…

Ver o post original 197 mais palavras