Exemplos de extrema-direita na UE

Abril de Novo Magazine

– Fazer da vítima o agressor: Jugoslávia (caso da Sérvia), Líbia, Síria.

– Inventar e diabolizar adversários políticos: Rússia, Irão, Coreia do Norte, Venezuela, Cuba.
– Apoiar o neonazismo em Kiev, fechar os olhos ao fascismo na Hungria, Polónia, países Bálticos.
– Desumanizar povos agredidos: (além de anteriores) Palestina, Iémen, Somália. Afeganistão nos anos 70 na sua via para o socialismo
– Desprezo e retaliação contra a vontade dos povos: referendos na Irlanda, França, Grécia. Como foi e é tratada a Grécia, vergando Tsipras à traição. (devia lembrara-se que não se fala com os SS ou pides sem ser de armas na mão, neste caso financeiras). Acerca do Brexit, Hollande, a dizer que o Reino Unido “não pode ficar numa situação mais favorável fora da UEdo que dentro”.
– Fuga à consulta popular a propósito de tratados da UE cozinhados em secretismo pela burocracia. Burocratas interferem nas políticas internas dos…

Ver o post original 168 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s