Resenha Livro: Amar, Verbo Intransitivo – Mário de Andrade

JuOrosco

Resultado de imagem para mario de andrade Foto de Mário de Andrade. 

Amar, Verbo Intransitivo foi publicado em 1927 e recebeu muitas críticas na época, por tratar de algo tão comum na elite, mas pouco comentado como a iniciação sexual dos rapazes por mulheres contratadas pela própria família.

Imagem relacionadaLição de amor (1975) é um filme dirigido por Eduardo Escorel, baseado no romance Amar, Verbo Intransitivo, do escritor Mário de Andrade.

Fazia muito tempo que eu não lia um livro tão chato. Não me identifiquei com nenhuma personagem e o narrador parece uma pessoa doida.

O livro é narrado em terceira pessoa, com um narrador que chama mais atenção para si, do que para a história. Em alguns momentos ele prolonga uma cena e em outros momentos corta-a e vai embora, deixando o leitor sem saber o que aconteceu.

Em determinados momentos ele simplesmente corta o enredo para falar sobre o caráter alemão em relação ao brasileiro…

Ver o post original 621 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s