Dói mais em quem apanha

Temos que falar sobre isso - TQFSI

Por Elisama Santos – 06 Julho 2017 – Tudo Eu

Quando vejo um amigo dizendo que agradece as palmadas que levou, que elas o educaram, eu fico pasma. Sério. Meus pais me deram palmadas. E também me deram colo, carinho, fizeram os exercícios da escola comigo, me levaram ao McDonald’s nos meus aniversários, cuidaram em cada doença, cada febre, cada dor de dente. Eles me deram exemplo: de lealdade, de honestidade e de um milhão de coisas. Imagino que os seus pais também. Falar que foi a palmada quem me educou é desvalorizar todo o resto. Isso me preocupa, porque seguimos sem refletir sobre as consequências das violências diárias. Uma mãe me disse, durante uma palestra que dei, que bateu no filho uma única vez, quando ele tinha quatro anos, e que o menino lhe falou algo que a fez prometer nunca mais repetir a atitude. ” Mamãe, eu nunca…

Ver o post original 388 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s