Fake de Sartori de 6.100 novos policiais, vai ser estudo de caso para o marketing político (por Fabrício Rocha)

Luíz Müller Blog

Um Governador que se elege com 72% dos votos dizendo que não tem Plano de Governo e que seu projeto é “abraçar o Rio Grande” por si só é elemento de estudo do marketing político.

No SUL 21

Armas

Mas vamos aos fatos e suas consequências: primeiro 2 anos e 6 meses reclamando das finanças adotando daí medidas de extinção de Fundações e projetos de privatizações sem plebiscito.

Um misto de falta de plano de governo anunciado e incompetência tem como resultado o que segue: preconizo que até o final de seu governo nenhuma das Fundações extintas terá todo processo de extinção concluído. Por quê? O serviço público possui prazos e regras constitucionais que não dependem da vontade do gestor, ligado a isso a notória atrapalhação desse Governo, duvido que consigam vender um parafuso de qualquer uma das Fundações.

As privatizações então nem se fala: inicialmente optou pela mudança da constituição…

Ver o post original 390 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s