Compondo Pássaros & Silêncios...

20108289_1704837436195997_5589990967319544848_n Desconheço a autoria da Imagem.

Antes de te conhecer, existias nas árvores
e nos montes e nas nuvens que olhava ao fim da tarde.
Muito longe de mim, dentro de mim, eras tu a claridade.

[José Luís Peixoto]

Preciso que se desestabilize
toda essa estrutura do impossível.
A tua voz inventou um mapa perdido
para os meus caminhos.
É como o canto dos pássaros,
sem endereço nem destino.

Mas o teu perfume sobrevive
na memória do vento.
Persigo o reflexo dos teus olhos
– pigmentos de uma dura sina –
pelo espelho do que vivemos.
Somos uma mesma imagem.

Trago comigo teus beijos
de sondar precipícios e teus poros
para herdarem a minha solidão.
Atravesso toda a nossa história
para pôr, no fim,
reticências em cada palavra…

Ver o post original

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s