Resenha do artigo “Burnout: por que sofrem os professores?”

Psicóloga + Doutoranda

Silva (2006) introduz o seu artigo apontando para a recorrência de um termo nos estudos sobre o trabalho docente nos últimos anos: o Burnout. Concebido como síndrome da desistência, ele está relacionado à dor do profissional que perde sua energia no trabalho por se ver entre o que poderia fazer e o que efetivamente consegue fazer.  De fato, a realidade vivida pelos professores nos últimos tempos depõe sobre o crescente aumento desta síndrome entre a categoria. O aumento da insatisfação com a profissão de docente é comumente atribuído ao desinteresse, à agressividade e à indisciplina dos alunos. A autora do artigo “Burnout: por que sofrem os professores?”, no entanto, buscar ir  além desta justificativa ao problematizar o porquê desta falta de motivação entre os alunos. Partindo da constatação de que nem as melhores intenções dos professores, nem o apelo a inovações pedagógicas vêm conseguido envolver os alunos nas atividades do…

Ver o post original 1.434 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s