ANCHORAGE, A MAIOR CIDADE DO ALASCA

Um Pouquinho de Cada Lugar

19 de agosto de 2017

A cidade de Anchorage se tornou importante pela localização estratégica, como entroncamento de rodovias e ferrovias. Foi o grande centro de logística para a construção das ferrovias do Alasca. A cidade não tinha outras riquezas além da localização. Não é uma área pesqueira estratégica, nem possui minérios metálicos. Mais tarde se tornou estratégica como base aérea, tanto para o transporte comercial como militar. Isso fez crescer muito a importância de Anchorage. A sua localização próxima do Polo Norte, faz com que seja equidistante das principais capitais europeias e asiáticas. Observe o mapa mundi a partir de uma projeção cartográfica azimutal do polo norte e veja como a localização de Anchorage e do Alasca é estratégica. Acabou se tornando um “hub” aéreo estratégico. O Aeroporto Internacional de Anchorage é um centro de logística de chegada e saída de voos de carga para os mais diversos destinos.

Ver o post original 419 mais palavras

“Destruir a figura de Lula é um absurdo. A direita não tem cérebro”, diz o filósofo italiano Antonio Negri —

O Estadão entrevistou o filósofo italiano Antonio Negri, de 84 anos. Quando o senhor fala de Eric Hobsbawn e de seu século breve, o senhor diz que esse século tornou-se bastante longo, no sentido que é possível fazer nas praças novos formas de organização popular e que a autonomia produtivo do trabalho cognitivo traga uma novo projeto […]

via “Destruir a figura de Lula é um absurdo. A direita não tem cérebro”, diz o filósofo italiano Antonio Negri —

sobre escombros

O Galã da Sarjeta

O ano era 2017 e o mundo virava e revirava, erguendo-se sobre os escombros que o defasavam. Eu já me percebia livre de tantos problemas e traumas continuados quanto podia. Queria mostrar gratidão às divindades, ao céu, às pessoas ou o que fosse, mas já tinha toda uma nova pilha pra fazer suspiros raivosos e planos niilistas a respeito.

O mundo soterrado em escombros, mas eu não: seguia de pé sobre as pedras caídas. Bem trouxa: o mundo escondida nas sombras do entulho e eu ali, visível, alvo fácil.

Ver o post original

Considering Grief

Cavman Considers

I feel like I’ve been here before. That’s because I have.

I’ll be here again, too.

That’s the way it is when you love someone with Alzheimer’s. It’s like they die ten times over. There are these milestones. When they don’t know who you are anymore. It’s as if they cease to exist. Or maybe it is a part of you that dies on that day.

They they go to a nursing home, a memory care unit. It’s like they die again. That grief returns. I’m not liking this very much.

I knew it was coming. I mean it was inevitable. My father has been brave, valiant and persevering in loving the woman who no longer remembers his names, the 50+ years of marriage to him… nothing. But he still cared for her thru those Jekyll and Hyde moments. Thru the incontinence. Thru the moments of irrational fear.

He’s worn…

Ver o post original 384 mais palavras