Pointers towards Spiritual Poetry (2/2) — Everybody Means Something

I thought that the poetic element was not the word in its phonic value, nor colour, nor line, nor a complex of sensations, but a deep pulsing of spirit: what the soul supplies, if it does supply anything; or what it says, if it says anything, when aroused to response by contact with the […]

via Pointers towards Spiritual Poetry (2/2) — Everybody Means Something

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.