Em relatório do Exército, Bolsonaro aparece como “embusteiro e covarde”

Um relatório do Exército Brasileiro, divulgado pelo Diário do Centro do Mundo, detalha informações sobre a conduta reprovável do então capitão Jair Bolsonaro; em carta revelada pela imprensa em maio de 1991, o então chefe do Estado Maior das Forças Armadas, general Jonas de Morais Correia Neto, o chama de “embusteiro, intrigante e covarde”, acusando-o de ‘inventar e deturpar visando aos interesses pessoais e da política”

Fonte: Em relatório do Exército, Bolsonaro aparece como “embusteiro e covarde”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.