Martinha, 62: uma história de abusos, violência e preconceito

Foram tantos os reveses, que ela não sabe como está viva Maya Santana, 50emais Impossível não se condoer, não se indignar com a história de brutalidades cometidas contra Martinha, travesti baiana de 62 anos, vítima da crueldade da ditadura militar.

Fonte: Martinha, 62: uma história de abusos, violência e preconceito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.