“O racismo ocorre toda vez que vou ao banco e a porta sempre para quando vou passar” — Brasilidade Negra

Neste ano, já há mais de 200 ocorrências por injúria racial. Caso mais recente foi em mercado. “O racismo ocorre toda vez que vou ao banco e a porta sempre para quando vou passar. Ela não tem detector de metal, tem detector de melanina”. O relato indignado é do contador Kim Fortunato, de 28 anos. […]

via “O racismo ocorre toda vez que vou ao banco e a porta sempre para quando vou passar” — Brasilidade Negra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.