Nosso sotaque caipira, nossa cultura refugada, nas notas de um magistrado da roça — blog da Revista Espaço Acadêmico

REGINA M. A. MACHADO* O nome do escritor que vai nos interessar é Valdomiro. Mais démodé não existe. Atualmente, um ilustre desconhecido, sim, mas seu prestígio já foi grande, na época em que seus contos eram publicados nos grandes jornais nacionais no final do séc. XIX e nos primeiros vinte anos do séc. XX, anos […]

via Nosso sotaque caipira, nossa cultura refugada, nas notas de um magistrado da roça — blog da Revista Espaço Acadêmico

A visit to Tissington — Sue Vincent’s Daily Echo

The day was bitterly cold. Icy winds and heavy skies meant that it was definitely not the weather for tramping the moors on search of ancient stones. Instead, we had a run out to Tissington, knowing that one of the windows in the little Norman church there would be perfect to illustrate the post we […]

via A visit to Tissington — Sue Vincent’s Daily Echo

colder than — a north east ohio garden

those folks on the weather are saying chicago is going to be colder than antarctica. which also means we are too close to chicago. even if we are not getting quite as cold. and the roller coaster will continue. by sunday we are supposed to have a temperature of 49. is deep winter and spring […]

via colder than — a north east ohio garden

Brumadinho e a privatização da Vale — A Justiceira de Esquerda

Por Mouzar Benedito, na revista Fórum:O que interessa a uma empresa? Lucros. Qualquer despesa que diminua os lucros vai contra o interesse dos acionistas. Esta é a lógica. E parece que empresas estatais, quando privatizadas, querem mais ainda “mostrar serviço”, provar que nas mãos de capitalistas elas são muito mais “eficientes”. Entenda-se como “eficientes” lucrativas.Então,…

via Brumadinho e a privatização da Vale — A Justiceira de Esquerda

Por que deixei de ser olavete: ex-simpatizantes narram rompimento com guru Olavo de Carvalho — A Justiceira de Esquerda

Via Contexto LivreDiscordâncias filosóficas e retóricas com ideólogo da nova direita marcam desilusão de antigos admiradoresNa casa de Steve Bannon, ex-estrategista da Casa Branca, Olavo de Carvalho comandou a prece antes do jantarFoto: Josias Teófilo / Teitter“Guru”, “um tipo de mestre”, “professor”, “ideólogo”, “intelectual”, “filósofo”, “mentor” e “espécie de guia intelectual”, mas também “charlatão”, “aliciador”, “impostor”,…

via Por que deixei de ser olavete: ex-simpatizantes narram rompimento com guru Olavo de Carvalho — A Justiceira de Esquerda