Os outros — Diário da PCI

Quando um idoso morre, é como se uma biblioteca se incendiasse. O aforismo, que encontrei por aí, é atribuído ao poeta malinês Amadou Hampaté-Ba, que fazia referência ao valor dos idosos na sociedade tradicional africana, como guardiães do conhecimento e responsáveis por passa-lo às gerações vindouras. Não estou seguro da autoria da frase, mas ele […]

via Os outros — Diário da PCI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.