Passagem de Paulo Guedes pela Universidade do Chile é obscura até para colegas neoliberais chilenos | Revista Fórum

Os chamados “Chicago boys”, economistas chilenos formados na Universidade de Chicago, usaram o país andino como cobaia para os conceitos que aprenderam diretamente com os gurus do neoliberalismo. Entre esses formados em Chicago que usaram aquele Chile ditatorial como trampolim para suas carreiras estava um brasileiro, chamado Paulo Roberto Nunes Guedes.

Fonte: Passagem de Paulo Guedes pela Universidade do Chile é obscura até para colegas neoliberais chilenos | Revista Fórum

Familiares de garoto assassinado em Paraisópolis entrarão em campo com o Corinthians

Em seu último jogo do Campeonato Brasileiro de 2019, contra o Fluminense, na Arena Corinthians, em Itaquera, o Corinthians entrará em campo com um irmão e um primo de Dennys Guilherme Santos, de 16 anos, um dos nove jovens mortos durante o ataque da Polícia Militar aos frequentadores de um baile funk na favela de […]

Fonte: Familiares de garoto assassinado em Paraisópolis entrarão em campo com o Corinthians

Reforma da Previdência de Doria é suspensa por desembargador

Do Gaúcha ZH: O desembargador Alex Zilenobski deferiu uma liminar suspendendo a tramitação da PEC apresentada à Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) pelo governador paulista, João Doria (PSDB-SP), que prevê a reforma da Previdência no estado de São Paulo. Zilenobski atendeu a um mandado de segurança que foi impetrado pelo deputado estadual Emidio de […]

Fonte: Reforma da Previdência de Doria é suspensa por desembargador

Testemunhas oculares desmentem versão da polícia sobre mortes em Paraisópolis – Agência Pública

Nosso repórter conversou com pessoas que moram, trabalham ou estavam no baile que se transformou em massacre com a entrada da PM; nenhum deles confirma a versão da polícia

Fonte: Testemunhas oculares desmentem versão da polícia sobre mortes em Paraisópolis – Agência Pública

Franceses decidem manter greve geral por tempo indeterminado – Mundo – iG

Linhas de trem, metro e ônibus, além de mais da metade das escolas de Paris não abriram as portas no primeiro dia de paralisação e devem continuar assim

Fonte: Franceses decidem manter greve geral por tempo indeterminado – Mundo – iG

Pelo segundo dia, franceses estão em greve contra reforma da Previdência – Brasil 247

Pelo segundo dia, os franceses fazem greve e vão às ruas nesta sexta-feira para protestar contra a reforma da Previdência do presidente Emmanuel Macron e seu primeiro-ministro, Edouard Philippe

Fonte: Pelo segundo dia, franceses estão em greve contra reforma da Previdência – Brasil 247