Como se não houvesse ontem — Correndo atrás do vento

Estava aqui pensando: e se 2020 não acabar? Vai que, em 31 de dezembro, noite de Réveillon, de repente o ponteiro do relógio vire meia-noite e ainda estejamos em 2020? Um dia 32, ou o primeiro dia de um novo mês ou, pior de tudo, um eterno 31 de dezembro cujo amanhã nunca chega. Um […]

Como se não houvesse ontem — Correndo atrás do vento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.