Cinemas e sonhos — Poesias de Mãos que Sentem

TELA GRANDEencantamentosom luz imagensduas coresmuitas corespoltronasescurosilênciosmagiaprazerimaginaçãodelíriosonhoilusão fascinação perpetuação CINEMAS, LUGARES SAGRADOSSempre gostei de ir ao cinema. Tive sorte em ter vivido desde os 15 anos em cidades com cinemas grandes e bons.Antes, em Xerém, nos anos de 1960, havia o Cine FNM que exibia filmes de bang-bang, comédias nacionais e afins. Mesmo assim, era o […]

Cinemas e sonhos — Poesias de Mãos que Sentem

2 pensamentos sobre “Cinemas e sonhos — Poesias de Mãos que Sentem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.