Civis libertados da usina de Azovstal relatam que eram reféns dos nazis do Batalhão Azov – Estratégia Global

Via Hora do Povo Mais de 100 civis conseguiram sair da siderúrgica Azovstal, em Mariupol, e os relatos mostram que eram mantidos como reféns e usados como “escudo humano” pelos nazistas do Batalhão Azov. O Ministério da Defesa da Rússia confirmou que, durante o final de semana, 25 pessoas foram evacuadas das áreas próximas à fábrica e 101 conseguiram sair de dentro da Azovstal através dos corredores humanitários que foram abertos. Os civis que optaram ir para as regiões controladas pelo governo da Ucrânia foram direcionados para representantes da ONU e do Comitê Internacional da Cruz Vermelha. Pelo menos 57

Fonte: Civis libertados da usina de Azovstal relatam que eram reféns dos nazis do Batalhão Azov – Estratégia Global

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.