O assassinato de Marielle Franco: a cobertura “palaciana” e fake da Folha e do Estadão — objETHOS

Samuel Lima Professor e pesquisador do Departamento de Jornalismo e do Posjor/UFSC. É pesquisador do Observatório da Ética Jornalística (objETHOS). Passadas quase duas semanas do covarde (e cruel) assassinato da vereadora carioca Marielle Franco e de Anderson Gomes, motorista da parlamentar, é possível refletir criticamente sobre a cobertura dos dois maiores jornais impressos do país […]

via O assassinato de Marielle Franco: a cobertura “palaciana” e fake da Folha e do Estadão — objETHOS