O assassinato de Marielle Franco: a cobertura “palaciana” e fake da Folha e do Estadão — objETHOS

Samuel Lima Professor e pesquisador do Departamento de Jornalismo e do Posjor/UFSC. É pesquisador do Observatório da Ética Jornalística (objETHOS). Passadas quase duas semanas do covarde (e cruel) assassinato da vereadora carioca Marielle Franco e de Anderson Gomes, motorista da parlamentar, é possível refletir criticamente sobre a cobertura dos dois maiores jornais impressos do país […]

via O assassinato de Marielle Franco: a cobertura “palaciana” e fake da Folha e do Estadão — objETHOS

Um pedido de desculpas aos petistas do avião de Miriam Leitão | Brasil 24/7

Provavelmente não disseram nada demais à jornalista e foram vítimas de uma campanha de difamação sórdida, que contaminou até mesmo jornalistas de esquerda, como este que vos fala

Fonte: Um pedido de desculpas aos petistas do avião de Miriam Leitão | Brasil 24/7

O Estadão num abraço de afogados com Temer — objETHOS

Rogério Christofoletti Professor da UFSC e pesquisador do objETHOS A dois dias da sessão que pode cassar a chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral e com a prisão, no sábado (3), de um dos principais homens do presidente, os maiores jornais brasileiros publicaram neste domingo, 4, editoriais de contenção. Receando que algum ministro peça vistas […]

via O Estadão num abraço de afogados com Temer — objETHOS

Decodificando Danilo e os seus escrotos —

POR WILSON GOMES, no Facebook Não, o que Danilo Gentili fez não foi uma bravata, não foi uma piada, não foi um exercício de liberdade de opinião. Foi um ato da mais pura violência, em um padrão de brutalidade raramente visto nessas circunstâncias. Que circunstâncias são essas? Trata-se de uma celebridade e não de um […]

via Decodificando Danilo e os seus escrotos —

Colunistas vão descartando Temer. É sinal que a classe média desembarca… – TIJOLAÇO | “A política, sem polêmica, é a arma das elites.”

Fonte: Colunistas vão descartando Temer. É sinal que a classe média desembarca… – TIJOLAÇO | “A política, sem polêmica, é a arma das elites.”

Globo e o BBB da prisão do Eike – Portal Fórum

Eike Batista está preso. A Globo acompanhou o empresário durante todo o trajeto de volta, quasse como um BBB. Resta ao espectador uma pergunta simples. Que tipo de jornalismo é esse, que não esclarece o que interessa, não entra no mérito e, de forma despropositada e injustificada, aparece de maneira privilegiada ao lado de um empresário que está indo para a cadeia como se fosse um amigo, como se estivesse acompanhando a seleção brasileira campeã em seu retorno?

Fonte: Globo e o BBB da prisão do Eike – Portal Fórum

Folha abraça discurso reacionário do ultraliberalismo | Brasil 24/7

“Quem diria: a retirada de direitos dos trabalhadores virou uma oportunidade para nosso aprimoramento moral. Vamos aprender a ‘poupar para a velhice'”, ironiza o cientista político Luis Felipe Miguel, ao analisar a reportagem de capa da Folha de S.Paulo neste domingo: “Na América, Brasil é o país que menos poupa para velhice”; “Na contramão da ideia de bem-estar social, estamos desresponsabilizando o Estado e a sociedade em relação aos idosos. Uma velhice digna será o prêmio para aquele que foi o jovem ‘prudente’, que economizou se abstendo de consumir. É o discurso moral reacionário do ultraliberalismo. O discurso da ‘responsabilidade individual’, em que cada um ‘colhe o que plantou’, sem que se olhe para as circunstâncias, e qualquer solidariedade é banida, porque atrapalha essa pedagogia”

Fonte: Folha abraça discurso reacionário do ultraliberalismo | Brasil 24/7

JN: Temer, Padilha e Moreira estão no bolso da Odebrecht

Reportagem exibida nesta noite no Jornal Nacional praticamente decreta a morte do governo Temer; o jornal teve acesso às delações da Odebrecht, que revelam que Michel Temer e seus dois principais assessores, Eliseu Padilha e Moreira Franco, estão no bolso da Odebrecht; JN também citou as propinas pagas aos tucanos José Serra e Geraldo Alckmin; golpe dos corruptos contra a democracia e o povo brasileiro começa a desmoronar; empreiteira deixou claro que as doações via caixa dois tinham como objetivo favores governamentais, ou seja, eram propinas; um dos mais ativos arrecadadores foi Romero Jucá, com R$ 22 milhões; Temer pediu e levou US$ 10 milhões, dos quais US$ 4 milhões teriam sido entregues, em dinheiro, a seu amigo José Yunes, que é tido como seu sócio

Fonte: JN: Temer, Padilha e Moreira estão no bolso da Odebrecht

O rancor político está desconstruindo a democracia, diz Aragão | GGN

Jornal GGN – Durante debate promovido pelo Coletivo Juristas pela Democracia, na Universidade Federal do Ceará, realizado na quinta-feira (17), o procurador da República Eugênio Aragão afirmou

Fonte: O rancor político está desconstruindo a democracia, diz Aragão | GGN