Dilma institui o serviço médico comunista no Brasil

Dilma institui o serviço médico comunista no Brasil

15 de julho de 2013

By 

Para aqueles que duvidavam do golpe comunista no Brasil em 2014, o governo petista adiantou mais uma etapa de preparação, implantando o serviço médico compulsório para os estudantes de medicina, o qual ficarão obrigados a servirem a gentalha por dois anos, à moda dos regimes estalinistas, onde os médicos recém-formados eram impedidos de abrirem suas clínicas ou de se especializarem em ramos importantes da medicina atual e de grande procura, como cirurgia plástica e cirurgia bariátrica.

Ao aumentar em dois anos o tempo de formação dos médicos o país vai na contramão do mundo, dando péssimo exemplo da sobrevivência da ideologia marxista na América Latina, pois em nenhum outro lugar a formação médica dura tanto ou os formandos são obrigados a servirem, quase como  escravos, a população de seu país. Um absurdo, uma afronta ao CFM, uma ofensa à saúde pública brasileira, que antes ia bem, mas desde a ascensão dos comunistas entrou em péssima decadência. O cidadão que trabalha, paga sua faculdade particular, paga seu plano de saúde, cuida da sua vida, nada tem a ver com os problemas da gentalha, por que teria que trabalhar atendendo esse tipo de gente nos hospitais dos SUS?

Essa é uma violação dos direitos humanos que deverá ser denunciada à ONU pela confraria médica, para que o mundo veja a infâmia que se pratica nesta nação abandonada pela providência divina. E não é preciso ser muito esperto para saber onde Dilma quer chegar, com essa ação e a importação de 6 mil médicos-guerrilheiros cubanos, logo eles serão designados para chefiarem esses hospitais e comandar os estudantes em vias de formação, transformando-os em seguidores do bolchevismo para que sirvam à causa comunista.

É preciso, pois, que façamos a revolução branca, a revolução dos médicos, levando o povo às ruas, para impedir esse grande acinte, do governo, de colocar mais médicos nos hospitais da periferia e do interior do país, servindo ao populacho. É passada a hora de acabar com esse maldito SUS, que só desgraça trouxe para a nação, hospital público é coisa de comunista. Fora Dilma, fora PT.

Perseguição comunista a defensora da liberdade de imprensa causa revolta

 Hariovaldo Almeida Prado

Perseguição comunista a defensora da liberdade de imprensa causa revolta

Wednesday, July 10, 2013, 6:48 am

HUMOR

 

Os defensores da liberdade e aqueles que lutam contra o socialismo moreno que nos oprime, verdadeiros heróis indispensáveis para a existência dos homens de bem, são também os que mais sofrem a terrível perseguição marxista da camarilha vermelha que ora usurpa o poder indevidamente. É o caso da fiel servidora da receita, que não acostumada a ver injustiças sendo praticadas, interviu decididamente em nome do mundo livre e do nosso direito à verdade, para que homens bons não fossem achacados pelos cruéis exploradores bolchevistas.

Não fosse o Tribuno dos homens de bens no Supremo, tal heroína estaria confinada às masmorras comunistas, sofrendo indevidamente pelos atos de bravuras e pela ousadia de encarar a terrível máquina estatal e sua sanha arrecadadora do trabalho alheio. Mas isso não deteve as más línguas dos asseclas do bolchevismo, que tomados pela fúria, lançaram mentiras e acusações indevidas contra os bons, obrigando a desmentidos eesclarecimentos por parte daqueles que nada devem.

São tempos medonhos esses, onde a lisura e a idoneidade, construída através dos anos, são jogados no lixo pela malta ignara que assumiu o poder. Esse é um dos mais fortes sintomas de que realmente estamos em uma ditadura comunista horrenda e que se nada fizermos, logo seremos sufocados totalmente pelas chagas petistas, lançadas por aquele cujo o trono maléfico se assenta em São Bernado. Que São João P2, audaz guardião dos que lutam contra o comunismo, nos proteja.