A minha cidade pequena — Filipa Fonseca Silva

Da janela do quarto o meu olhar atravessa o rio. É dia. Do outro lado do imenso espelho que separa as duas margens, outras vezes revoltosa corrente, a minha cidade estende-se, lânguida. Os dedos esticados com moinhos nas pontas, os pés alicerçados no cimento fabril. A minha cidade.   Apesar de ali não viver há […]

A minha cidade pequena — Filipa Fonseca Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.